Você quer viver para sempre?



O que é este site



Dizem que “a morte é a única certeza da vida”. Mas será mesmo? Há inúmeros exemplos de certezas absolutas que se mostraram absurdas ao longo da história. E recentemente, cientistas, grandes pensadores e empresas como o Google vêm trabalhando para colocar em xeque a “única certeza da vida”. Eles realmente não aceitam a morte e estão lutando para prolongar o máximo suas vidas. A ciência já demonstrou que muitos hábitos e alguns medicamentos estendem a vida dos seres humanos. Muitos outros medicamentos e tratamentos já estão a caminho. Então por que precisamos aceitar viver somente 70 anos, quando há tantas coisas... [Leia mais...]




Geneticista de Harvard diz que reverter o envelhecimento em humanos é plausível


O renomado geneticista de Harvard, George Church, disse em uma conferência científica em La Jolla, na quinta-feira, que a reversão do envelhecimento em seres humanos é plausível com base na pesquisa que tem sido feita em animais pequenos.

"A reversão é algo que tem sido demonstrado em um sem-número de diferentes animais e num sem-número de maneiras diferentes", disse Church, um dos principais oradores na conferência Future of Genomic Medicine (Futuro da Medicina Genômica). "Eu acho que isso vai se traduzir em animais maiores e seres humanos. Não saberemos até tentarmos. Mas estamos testando 65 genes diferentes em diferentes combinações para ver se podemos reproduzir a reversão do envelhecimento que temos visto em pequenos animais”.

"Nós não sabemos o que (a reversão de idade) significaria em termos de anos humanos. Os animais tiveram a sua vida prolongada por fatores de dois para 10. Isso parece bom demais para ser verdade para os seres humanos."

Church, que ajudou a organizar o Projeto Genoma Humano, diz que o foco deve ser sobre como lidar com os fatores reais que levam as pessoas a envelhecer.

"Um monte de drogas em desenvolvimento destinam-se a efeitos, aquelas coisas que são processos posteriores da causa do envelhecimento", disse Church, 61. "A causa real é provavelmente genética... Estamos tentando chegar a essas causas e revertê-las. Estamos falando de reverter as mudanças epigenéticas que estão no núcleo de cada célula".

Ele disse que o envelhecimento deve ser pensado como um programa que pode ser resetado, destacando: "Se pudéssemos pegar uma das minhas células da pele e transformá-la em uma célula embrionária e transformá-la de volta em uma célula da pele resetamos quase todos os indicadores de desenvolvimento do envelhecimento. Nós temos 65 terapias genéticas que estão sendo testadas em ratos e animais maiores. Se elas forem bem, vamos direto para testes em humanos. Isso poderia acontecer em questão de dois anos...”.

"Eu não acho que a questão seja procrastinar ou curar, mas reverter. A cura dá a impressão de imortalidade. Procrastinar dá a impressão de que você vai ter 85 para sempre, o que não é grande coisa".

Como Church mencionou na quinta-feira, uma empresa que ele cofundou, a Veritas Genética de Boston, anunciou formalmente que pode sequenciar e interpretar o genoma inteiro de uma pessoa por 999 dólares. O serviço, que não foi aprovado pela FDA, é destinado a consumidores.

No final do dia, Anne Wojcicki, diretor executivo da 23andMe, disse que sua empresa de análise de DNA direta-ao-consumidor tem dado um retorno consistente. Três anos atrás, a FDA ordenou que a 23andMe parasse de comercializar kits de análise genética pessoais, alegando que os testes tinham valor científico questionável. A empresa, desde então, obteve a aprovação da FDA para um número limitado de testes genéticos.

"Nós acreditamos que as pessoas possam compreender (seus dados genéticos), e que elas devem ser capazes de ter acesso a eles facilmente", disse Wojcicki na conferência.


0 comentários:

Postar um comentário